You are currently viewing Como cancelar uma compra feita com cartão de crédito pela internet?

Como cancelar uma compra feita com cartão de crédito pela internet?

Os cartões de crédito são meios de pagamento práticos e convenientes para a aquisição de praticamente qualquer produto ou serviço. Alguns não têm taxa anual, enquanto outros oferecem um enorme potencial de ganhos. Eles podem ser usados ​​em qualquer empresa que aceite cartões de crédito, incluindo padaria, companhias aéreas ou férias nas Maldivas.

Como lidamos com situações em que algo dá errado e precisamos cancelar uma compra? Em quais circunstâncias as compras revertidas ou canceladas podem ser aplicadas? Descubra os motivos mais comuns pelos quais você pode solicitar o cancelamento de uma compra feita com cartão de crédito pela internet.

Quando posso cancelar uma compra feita com o cartão de crédito?

1. Você não reconhece a compra

Muitos estornos são acionados quando um cliente descobre uma compra desconhecida na sua fatura. Quando notificados de uma compra que não fizeram, os proprietários devem entrar em contato com a central de atendimento do cartão para obter assistência. Fazer isso anula rapidamente quaisquer cobranças incorridas.

Muitos bancos oferecem uma maneira de evitar fraudes com cartão de crédito ao comprar itens on-line ou por telefone; é chamado de cartão digital. Esta opção permite que os usuários forneçam apenas um número, impossibilitando o uso mais de uma vez.

Certifique-se de verificar o aplicativo ou as mensagens de texto regularmente para se manter atualizado sobre todas as transações. Isso ajudará você a detectar qualquer atividade suspeita imediatamente.

2. Você se arrependeu da compra

Sempre há um sentimento de arrependimento ao comprar algo pela internet. Nessas casos, entre em contato imediatamente com o vendedor e solicite o cancelamento assim que sentir esse desejo. Se encomendar com antecedência, pode até impedir que a encomenda seja enviada. Isso acelerará o processo de estorno para quaisquer pedidos que foram feitos.

Independentemente de qualquer motivo que você dê para não comprar o produto, o Código de Defesa do Consumidor determina que você tem o direito de devolver o produto adquirido em até sete dias após o recebimento, gratuitamente. Por exemplo, se você comprar uma mala de mão pela internet e depois decidir que não gosta do modelo ou do material, poderá devolver a compra sem problemas e solicitar o estorno debitado no seu cartão.

3. Você não recebeu o produto ou serviço

Se um produto ou serviço não for entregue quando você fizer uma compra, você poderá solicitar o cancelamento da cobrança. Para fazer isso, primeiro entre em contato com a empresa on-line ou pessoalmente para determinar o motivo do atraso. Se nenhum acordo puder ser feito, entre em contato com a administradora do cartão e solicite um estorno.

Se contactar o estabelecimento através de número de protocolo ou e-mail, deverá manter registos do mesmo. Cada vez que você tentar entrar em contato com eles, o administrador do cartão verá essas informações e o ajudará a obter seu pedido ou providenciar a devolução dos depósitos. Por exemplo, se você comprar um passeio ou excursão durante uma viagem, mas o serviço não for fornecido – como uma viagem em que não há passeios ou excursões organizadas -, você poderá solicitar um estorno do emissor do cartão.

4. O produto recebido é diferente do anunciado

As pessoas que compram online já sabem que seus itens nem sempre são exatamente iguais às fotos. Diferentes sites usam imagens que fazem os produtos parecerem diferentes da vida real. Portanto, ao fazer compras pela internet, fique atento para perceber essas diferenças e entre em contato imediatamente com o vendedor. Mesmo que o vendedor não te dê ouvidos, tente resolver amigavelmente com ele.

As empresas de vendas online frequentemente permite a substituição ou reembolso do produto por meio de um menu de opções que o acompanha. Você também pode solicitar um estorno à administradora do cartão em caso de dificuldade ou se precisar de informações adicionais. É importante sempre acompanhar todas as tentativas de contato feitas com o site.

5. Você está sendo cobrado por um serviço de assinatura que já cancelou

Existem muitos serviços de assinatura. Isso inclui serviços como Spotify, Netflix, HBO Max, Deezer e muitos mais. A maioria desses serviços cobra dos usuários via cartão todos os meses. No entanto, os cancelamentos podem ser difíceis de processar. Isso ocorre porque muitos serviços continuarão cobrando dos usuários mesmo após o cancelamento da assinatura.

Se um serviço foi cancelado de última hora, é importante confirmar as cobranças da empresa com ela antes de enviar uma nova solicitação. Algumas empresas podem cobrar pelo tempo utilizado no cancelamento do serviço ou por uma cobrança incorreta. Se nenhuma cobrança for devida, resolva quaisquer divergências com a empresa por meio de negociação. Se não for bem-sucedido nessa empreitada, solicite um estorno dos registros de suas negociações com a empresa.

6. Você foi cobrado por um valor errado

Ao comprar algo pela internet, por telefone ou pessoalmente, é possível que haja uma cobrança com o valor errado. Mesmo ao digitar a senha do cartão, cuidado! Pode haver algum erro que gere uma cobrança com valor diferente do que realmente foi pago. Reembolsos geralmente precisam ser solicitados se surgir um problema. Se for solicitada uma declaração, o problema pode estar relacionado a uma cobrança feita pela empresa.

O cliente pode entrar em contato com a administradora do cartão e solicitar o estorno caso o estabelecimento não efetue o fechamento da diferença em um determinado prazo. Isso pode ser feito fornecendo documentação de qualquer comunicação relevante entre o cliente e o estabelecimento, como e-mails e números de protocolo de atendimento. Se um cliente reservou um pacote de hotel ou passagem aérea e pagou mais do que o preço anunciado, poderá solicitar o reembolso da diferença.

Posso cancelar a cobrança de passagens aéreas?

Independentemente da distância ou do valor dos pontos da passagem, o cancelamento de uma passagem aérea sem custo pode ser feito desde que a solicitação seja feita em até 24 horas após o recebimento do comprovante de compra. Existem algumas exceções a essa regra: o reembolso não pode ser feito com mais de 7 dias de antecedência da saída do voo e a solicitação deve ser feita pelo mesmo canal usado na compra da passagem (como site de companhia aérea ou agência de viagens). A norma foi estabelecida na Resolução 400/2016 da Anac, que determina que as compras devem obedecer aos prazos estabelecidos em seu texto. Quaisquer compras fora desses prazos estão sujeitas a multas e taxas ao tentar cancelar, reagendar ou reembolsar.

O estorno das companhias aéreas se aplica apenas a despesas que os clientes não reconhecem. No entanto, é comum que os clientes afirmem que não compraram algo quando na verdade desejam cancelar a passagem aérea – isso é chamado de “fuga aérea”. Algumas pessoas usaram esse método para contornar o pagamento da cobrança. No entanto, eles enfrentariam uma nova fatura da companhia aérea se pudessem fornecer o comprovante de compra.

Como ficam as compras parceladas?

Várias empresas aceitam pagamentos em aberto quando recusam uma compra. Essa primeira situação é mais comum com emissores de cartões de crédito. Por exemplo, se você comprou R$ 500 em mercadorias em 5 parcelas, a empresa deduziria R$ 500 em pagamentos pendentes ao cancelar seu pedido.

Outro resultado possível é mais incomum, mas mais benéfico para o cliente. Quando isso acontece, o cliente é reembolsado integralmente na fatura — sem necessidade de mais pagamentos —, embora continue pagando as parcelas em aberto todos os meses. Isso ocorre se você cancelar uma compra de R$ 500 em cinco pagamentos separados. Qual o sentido de cobrar esse tipo de reembolso? Você pode perguntar isso porque sabe que todo o crédito não será aplicado para reduzir cobranças pendentes em quaisquer outras faturas. Em vez disso, funciona como um empréstimo em dinheiro que não cobra juros, multa ou IOF.